02/06/2015 - Por Mulheres+ Notícias

Caitlyn Jenner

Em um mundo transfóbico como o nosso, as declarações de Caitlyn Jenner, se afirmando como uma mulher transexual é um momento a ser comemorado, principalmente pela atenção que o assunto tem chamado, já que Caitlyn é ex-atleta olímpica e costumava ser casada com a matriarca das Kardashians.

Caitlyn utilizou, pela primeira vez, seu nome escolhido e os pronomes femininos na revista de Julho da Vanity Fair, arrasando em toda a sua glória.

Captura de Tela 2015-06-02 às 11.12.03

Você pode ler a entrevista completa, em inglês, aqui, mas separamos algumas citações importantes dessa mulher corajosa!

Sobre o que a fez decidir sair do armário: “Eu não estou fazendo isso para ser interessante. Eu estou fazendo isso para viver”.

Sobre seu ataque de pânico: Caitlyn experimentou um ataque de pânico após uma cirurgia na face, pensando para si mesma “O que foi que eu fiz? O que eu fiz comigo mesma?”. Porém, no final, ela percebeu que fez a coisa certa. “Se eu estivesse no meu leito de morte e eu tivesse mantido esse segredo e não tivesse feito nada sobre isso, eu estaria deitada lá dizendo, ‘Você estragou a sua vida toda. Você nunca lidou consigo mesma’ e eu não queria que isso acontece”.

Sobre a reação das suas crianças: Embora seus filhos estejam apoiando-a, ainda existem algumas pontes a cruzar. “Eu tenho altas esperanças que Caitlyn é uma pessoa melhor que Bruce”, disse o seu filho mais velho. Sua filha Cassandra ecoou o sentimento, dizendo que Jenner estava mais feliz e conectada com eles na medida que “se movia em direção ao seu eu autêntico”.

A reação geral das crianças é de apoio, porém. Seu filho Brandon disse a Caitlyn: “Eu nunca tive tanto orgulho de você do que nesse momento”.

Sobre seu estrelato como Bruce: Depois de competir nas Olimpíadas, Caitlyn foi jogada no olho público, mas nunca se sentia confortável. “Eu sai do palco e me sentia como uma mentirosa. Eu dizia, “Merca, eu não posso contar minha história. Existe muito mais sobre mim do que as 48 horas no estádio, e eu não posso falar sobre isso”. “Eles não imaginavam como eu estava vazia por dentro. Completamente vazia”.

Sobre o documentário da E!: Da mesma maneira que tinha medo que as pessoas dissessem que estava fazendo isso pela atenção, Caitlyn também tinha receio que as pessoas viesse atrás dela depois do documentário. “Ah, ela está fazendo um reality show estúpido. Ela está fazendo isso pelo dinheiro. Ela está fazendo isso, fazendo aquilo. Eu não estou fazendo isso pelo dinheiro. Eu estou fazendo isso para ajudar a minha alma e ajudar outras pessoas”.

Sobre assistir sua entrevista com Diane Sawyer [quando revelou ao mundo que era uma mulher trans]: “Foi difícil de assitir? Claro que foi. Nunca em um milhão de anos imaginei que eu divulgaria algo tão privado, sentimentos íntimos que tive toda a minha vida”. Mas ouve também o entusiasmo de “ser livre”. “Eu estava empolgada para tirar isso do meu peito. Assustada, mas empolgada”.

Tags:,

Comentários