05/06/2018 - Por Projetos

Aplicativo ajuda a denunciar violência sexual no metro

Cada vez mais as discussões sobre abuso sexual ganham espaço dentro da sociedade e o transporte público continua sendo um dos principais envolvidos nessa discussão. Em 2016, foram registrados 4 ocorrências de abuso sexual por semana (um aumento de 353% em relação ao ano anterior!!), e os dados só aumentam – uma pesquisa de 2017 já afirmou que 35% das mulheres dizem já ter sido alvos de abuso nesses ambientes, sendo 22% assédio físico, 8% assédio verbal e 4% ambos.

A contínua alta desses números mostram não só a importância de discutir o assunto, como também a resposta da sociedade acerca desse tema, que buscou, nos últimos anos, estimular denúncias para que o crime não saia impune. No transporte público, onde o número de pessoas é alto e as autoridades muitas vezes não são presentes, pode ser difícil para a vítima encontrar uma boa maneira de fazer sua denúncia.

É aí que entra o aplicativo HelpMe, fundado em 2015, que permite que a vítima envie mensagens de texto diretamente para a central do metrô ou do trem pelo aplicativo, possibilitando enviar um SMS Urgente, apenas com as informações básicas ou detalhadas, além de outras funcionalidades:

– Liguar a Sirene para chamar atenção das pessoas próximas e sinalizar que elas estão passando por problemas.
– Abrir a Câmera para registrar situações necessárias.
– Usar o Gravador para gravar ameaças e outros problemas.
– Compartilhar a situação das linhas com os seus amigos e colegas de trabalho pelo WhatsApp ou pelas Redes Sociais
– Acompanhar o que está acontecendo nas linhas dos metros e trens por meio do Feed.

Os donos da empresa também lançaram, recentemente um movimento: #naoabaixeacabeca, que busca estimular as denúncias, não só de assédio, mas também de qualquer tipo de preconceito e desrespeito com o outro. Abaixo, algumas imagens do aplicativo!

Baixe agora mesmo: IPHONE | ANDROID

Tags:

Comentários