19/01/2015 - Por Projetos

Empodere duas mulheres

Por que ainda falamos tanto de homens dentro do movimento feminista?

Se você está lendo esse texto esperando uma resposta direta a esse questionamento, sinto te decepcionar, mas isso também se trata de um mistério para mim.

Faço certas especulações, indagações, mas eu realmente não sei dizer a razão de usarmos tanto do nosso precioso tempo para falarmos do “omi feministo”.

Meu chute é que, por vivermos numa sociedade estruturalmente sexista, é de se esperar que esse padrão se repita em outras aspectos de nosso convivio. O feminismo, como estrutura e movimento, não está imune ao machismo, eu observo. Ainda é comum, mesmo num movimento que existe para combater o patriarcado, observarmos homem ganhando estrelinha por ser decente e mulher sendo rachada por reproduzir algo do qual ela NÃO SE BENEFICIA.

Quantas vezes eu já ouvi “Ai, amo homem feminista. Olha, ele me incentiva a sair sem ele, não pega no meu pé por conta da minha autonomia”. Miga, ele não ta fazendo mais que a obrigação dele de não ser um escroto e te tratar como um ser humano digno de respeito. E quantas outras vezes ouvi “Homem sendo machista já é péssimo, mulher então.. nem se fala” ou “Ah essa menina tá testando minha sororidade, como lidar?” Como se a mina ganhasse algo com o machismo e não fosse uma vítima dele tanto quanto (ou mais) mulheres que já conseguem identificar essas opressões. Por que mulher “””machista””” é pior do que homem? Ninguém consegue ver o quão problemática é essa lógica?

Mesmo dentro do feminismo reproduzimos comportamentos de exaltação do bem causado por um homem e depreciação da mulher que não corresponde às expectativas do feminismo. Não sei o que causa esse frenesi de premiar homem não escroto no feminismo, minha gente. Só sei que isso precisa parar. Imediatamente.

Com o proposito de incentivar um feminismo que se preocupe mais com o empoderamento da mulher e o apoio entre as irmas, o projeto “Empodere  duas mulheres” foi criado. Como dito pela criadora, Maynara Fanucci, “se no lugar de explicar o feminismo pra um homem você empoderar duas irmãs, penso que um dia nada mais vai ter que ser explicado. O feminismo está acontecendo, meu povo. Vamos largar de perder tempo explicando pra quem nunca vai querer perder os privilégios e ensinar para quem realmente importa o que isso tudo significa.”

Conheca e apoie essa camapanha! – https://www.facebook.com/empodereduasmulheres?

 

 

Tags:, ,

Comentários