10/05/2017 - Por Referências

Os melhores presentes para o Dia das Mães

Essa semana estamos inspiradas pelo Dia das Mães. Dias atrás, publicamos um texto que fala sobre um lado não tão bonito da relação entre mãe e filha e como esse relacionamento também pode ser abusivo e por isso, como essa data pode ser dolorosa para algumas pessoas.

Hoje resolvemos abordar o lado feliz dessa relação e compartilhar algumas dicas de presentes que podem contribuir com reflexões feministas para as nossas mães. Separamos alguns livros que falam sobre maternidade e a relação entre mãe e filhos sob uma perspectiva feminista, olha só:

  • Para Educar Crianças Feministas – Um Manifesto – Chimamanda Ngozi Adichie

Esse livro é uma super novidade, é o último lançado pela escritora (uma das minhas preferidas). O livro é uma adaptação de uma carta que Chimamanda enviou para sua amiga de infância, que tinha pedido conselhos de como ela poderia criar sua filha. A autora engravidou em 2016 em optou por esconder sua gravidez da imprensa por não querer representar um estereótipo. O livro tem uma leitura muito agradável, como se estivéssemos conservando com uma amiga e pode ser comprado aqui, aqui, aqui, aqui ou aqui.

  • A Mulher Desiludida – Simone de Beauvoir

Livro da rainha das rainhas em relação à teoria feminista. Beauvoir é conhecida mundialmente pelo clássico O Segundo Sexo, onde foi uma das primeiras pessoas a afirmar que ser homem ou mulher, é uma construção social e não uma imposição biológica. A Mulher Desiludida é um livro que reúne três contos sobre a relação da mulher e a maternidade. É um livro triste e nada otimista, diferente do livro da Chimamanda que traz uma sensação de esperança com a leitura. O livro pode ser encontrado aqui, aqui, aqui ou aqui.

  • Um amor conquistado – O mito do amor materno – Elisabeth Badinter

Conheci esse livro fazendo pesquisas para um artigo que precisava escrever durante o mestrado. Como o título já entrega, o livro fala sobre como o amor materno é algo construído socialmente e culturalmente e como essa construção e naturalização desse amor faz com que muitas mães se sintam culpadas por não corresponderem as expectativas da sociedade como mães. O livro tem uma pegada um pouco mais acadêmica, mas a leitura é super válida. Infelizmente não encontramos o livro em nenhum site. =/

A autora também tem um livro mais recente sobre o mesmo tema. A leitura é mais agradável que a do primeiro livro e os exemplos e reflexões estão mais ligadas a realidade atual. O livro se chama O Conflito – A mulher e a Mãe e pode ser encontrado aqui, aqui, aqui ou aqui.

  • As Doze Tribos de Hattie – Ayana Mathis

Alguns anos atrás, o livro fez parte do Clube do Livro da Oprah Winfrey e foi assim que conheci a obra. É um livro curto, que conta a história de uma mãe através de várias perspectivas diferentes, cada parte do livro é narrado por algum membro da família de uma personagem da história. Não é um livro leve, além da questão da maternidade fala também sobre a questão racial nos Estados Unidos. Você encontra o livro aqui, aqui, aqui ou aqui.

Claro que existem milhares de outros livros que falam sobre esse tema, mas nesse post, optamos por sugerir esses. Se você tem mais sugestões, manda pra gente! =)

Tags:, ,

Comentários