excessodeamor

24/07/2015 - Por Equipe NAQ • O que você tem para falar?

Eu sobrevivi

Segue relato anônimo de uma seguidora da página. Relato de um relacionamento abusivo e agressões. As brigas ficaram cada vez mais frequentes. Eu já não podia te contar sobre meu dia, porque você me intimidava, me cobrava, coibia. Já não havia mais um amigo ali, mas eu acreditava que era normal, que seu ciúmes e cobrança eram excesso de amor. […]

exmarido

21/01/2015 - Por Equipe NAQ • O que você tem para falar?

O ex-marido e o policial

Segue relato anônimo de uma das seguidoras da página. Avisos para violência doméstica.   Em uma cidade do interior de São Paulo, no final de 2009, não me lembro bem se em setembro ou outubro, eu tinha acabado de ir morar com meu marido e estava grávida de uns 5 meses. Meu irmão estava morando com meu avô em Santos […]

namoradoquasebate

16/12/2014 - Por Equipe NAQ • O que você tem para falar?

Eu em primeiro lugar

Segue relato anônimo de uma seguidora da página. Aviso para menções de um relacionamento abusivo. Eis aqui o meu desabafo… Eu sempre fui o tipo de garota fácil de se apaixonar fácil, mas não de se entregar. Só declaro o meu amor quando eu me sinto segura e isso raramente acontece. O meu segundo namoro foi um caso raro, bem raro… […]

protesto

27/10/2014 - Por Equipe NAQ • O que você tem para falar?

Meu pai vota Aécio

Segue relato anônimo de uma das seguidoras da página. Aviso para violência doméstica. Meu pai vota Aécio. Eu tenho dezesseis anos, moro com meus pais. Estudo em escola pública com ensino precário. Moramos em uma casa precária também. Fui vítima de um relacionamento abusivo durante um ano. Agressões, coação, manipulação óbvia, humilhação, ameaças. Medo. Forçada a fazer sexo quando não […]

filhaingrata

09/10/2014 - Por admin • O que você tem para falar?

Em briga de marido e mulher…

Relato de uma seguidora anônima da página – aviso para violência doméstica.   Era um sábado pós-feriadão e eu tinha acabado de voltar de uma pequena viagem que fiz com meu namorado. Exatas três horas após chegar em casa, meu pai iniciou um ataque verbal a minha mãe e a agrediu verbalmente bradando injúrias. Cansada de ouvir os absurdos eu […]